Exportações de US$ 1,1 trilhão: onde o agro brasileiro vai crescer mais em 10 anos

Somente a comercialização de soja deve expandir 38% no mercado internacional em uma década, com Brasil aumentando em quase 50% sua participação

A partir de projeções do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o professor Marcos Fava Neves, da Faculdade de Administração da USP em Ribeirão Preto, estimou os setores do agronegócio brasileiro que mais devem crescer nos próximos dez anos, rendendo ao País um faturamento acumulado de US$ 1,1 trilhão.

Exportações de US$ 1,1 trilhão: onde o agro brasileiro vai crescer mais em 10 anos
Somente a comercialização de soja deve expandir 38% no mercado internacional em uma década, com Brasil aumentando em quase 50% sua participação

A partir de projeções do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), o professor Marcos Fava Neves, da Faculdade de Administração da USP em Ribeirão Preto, estimou os setores do agronegócio brasileiro que mais devem crescer nos próximos dez anos, rendendo ao País um faturamento acumulado de US$ 1,1 trilhão.
Na conta não entram o provável crescimento em papel e celulose e outros produtos florestais, café, frutas, flores, açúcar, etanol, arroz e outras commodities. Se estas agregarem mais US$ 100 bilhões acumulados, o valor na década chegará a US$ 1,2 trilhão.

PROJEÇÃO DE CRESCIMENTO DO AGRONEGÓCIO NO MUNDO E NO BRASIL
Em todos os itens, participação brasileira crescerá bem acima da média mundial:

 

SOJA EM GRÃOS:

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 56,4 milhões de toneladas, +38%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 33,3 milhões de toneladas, +49%.

US$ 13,3 bilhões a mais do que o exportado em 2017.

 

FARELO DE SOJA:

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 17,9 milhões de toneladas, +31%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 6,5 milhões de toneladas, +45%.

US$ 1,9 bilhão a mais do que o exportado em 2017.

 

ÓLEO DE SOJA:

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 4 milhões de toneladas, +35%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 1,5 milhão de toneladas, +146%.

US$ 1,2 bilhão a mais do que o exportado em 2017.

 

MILHO:

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 25,2 milhões de toneladas, +15%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 8,8 milhões de toneladas, +30%.

US$ 1,36 bilhão a mais do que o exportado em 2017.

 

ALGODÃO EM PLUMA:

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 4,1 milhões de toneladas, +55%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 1 milhão de toneladas, +120%.

US$ 1,57 bilhão a mais do que o exportado em 2017.

 

CARNE BOVINA

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 2,1 milhões de toneladas, +29%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 1,1 milhão de toneladas, +91%.

US$ 4,4 bilhões a mais do que o exportado em 2017.

 

FRANGO

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 3,6 milhões de toneladas, +35%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 3,6 milhões de toneladas, +83%.

US$ 3,75 bilhões a mais do que o exportado em 2017

 

CARNE SUÍNA

INTERNACIONAL

De 2017 a 2027, mercado internacional deve crescer 1,3 milhão de toneladas, +17%.

BRASIL

Brasil deve aumentar sua participação em 0,2 milhão de toneladas, +25%.

US$ 0,43 bilhão a mais do que o exportado em 2017

 

 

Fonte: gazetadopovo

Fonte: USP/USDA.

Veja os infográficos.